Minha lista de blogs

o genosha

  • codigo davinci
Loading...
Loading...

o genosha

o genosha
oga

o genosha

conteudo para estudo

William Shakespeare

Em tempo de paz convém ao homem serenidade e humildade; mas quando estoura a guerra deve agir como um tigre!

Pesquisar este blog

Carregando...

Marcadores

manchetes

Loading...

P

GENOSHA ESTUDO filmes programas livros

Páginas

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Resumo do livro O Pequeno Principe de Nicolau Maquiavel


O Pequeno Principe de Nicolau Maquiavel ,que foi escrito em 1512 por Maquiavel um filósofo politico italiano que viveu no periodo que consiste entre 1469-1527,e geralmente visto como uma analise realista do poder politico ,o livro en si demonstra como se pode conquistar o poder e como efetivamente pode ser usado ,sendo mais claro este livro e um trabalho classico sobre estratégia politica, Maquiavel elaborou neste livro teorias e as provou por meios de fatos historicos apontando onde cada principe(governador ,rei, politico em geral) agiu corretamente e como o mesmo deveria ter agido em caso de ter errado ,no livro se encontra otimas lições para um principe como por exemplo a de se odiado ao inves de amado ,por que quando tudo se encontra em um mar de rosas o politico em questão obitera varios amigos importantes e entre outros tipos de amizades ,mas quando tudo ir de mal a pior todos estes amigos irão se afastar do principe e irão deixar de dar-lhe apoio, sabendo que o temor de uma punição de alta escala ou não faz com que os homens pensen duas vezes antes de trair seus lideres ,defende também a ideia que o principe deve aparentar ter qualidades que não as tem ,....A teoria de Maquiavel se torna cada vez mais interesante por não haver qualque tipo de vinculos eticos ,morais ,religiosos,por ele mesmo apoia vez ou outra o bem ou o mal,diz também que a conduta do principe não deve ser com acordo a situação,,,,,Resumido mais ainda o livro em questão mostra detalhadamente na opinião de Maquiavel o que e fundamental para qualquer líder quue quiser comandar com astucia ,conquistar,e como adiministra seu estado ,evitando revoltas ,reivindecações ,que poderiam comprometer seu estado e o levar a entrar em colapso ,,nos revela também que Maquiavel também possuia a ideia de que os fins justificariam os meus de se manter o estado em absoluta ordem ,, ate hoje esta magnifica obra e tida como referencia,...,Maquiavel também faz o uso das  famosas maximas como  exemplo :OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS :QUE QUER DIZER QUE  sera diacordo com nossos desejos e objetivos que nos traçaremos nossos meios de atinji-los , e entre outras como :
  1. É melhor ser temido do que amado.
  2. É preciso enfraquecer os poderosos, agradar aos súditos, manter os amigos e proteger-se dos companheiros. Entre seus inimigos estão companheiros. Considere teus inimigos todos os insatisfeitos pôr estares no poder, mesmo aqueles companheiros mais próximos, que te ajudaram a ali chegar, pois não terás como atender a todos os desejos desses como, os mesmos, gostariam.
  3. "É melhor ser impetuoso que tímido." ( * Capitulo XXIII). 
  4. Os homens, se não sejam mimados devem ser aniquilados, pois podem vingar-se de ofensas leves, porém não das graves. Deve-se bater de tal forma que não se tema a vingança.
  5. Mais importante do que ser é parecer ser. Não é necessário ter todas as qualidades, mas é indispensável parecer tê-las. Se as tiver e utilizar sempre, serão danosas, enquanto, se parecer tê-las, serão úteis. "...empenhar-se para que, em suas ações, se reconheça grandeza, ânimo, ponderação e energia." ( * Capitulo XIX)
  6. É melhor, cortar o mal pela raiz. "... no principio o mal é fácil de curar e difícil de diagnosticar, mas, com o passar do tempo, ... .... torna-se mais fácil de diagnosticar e mais difícil de curar." (* Capitulo III)
  7. Na ilusão, o povo se rebela contra o seu líder. Os homens trocam, na melhor das intenções, de líder, pensando melhorar, e esta crença leva-os a lutar contra o líder atual. Quando caem na real que foram enganados, já é tarde, as coisas já pioraram.
  8. Não se deve adiar uma guerra: "... as guerras não se evitam e, quando adiadas, trazem vantagem ao inimigo. (...) ... não se deve jamais deixar uma desordem prosperar para evitar a guerra, ..." (* Capitulo III)
  9. Arruina-se quem serve como trampolim político."... arruina-se quem é instrumento para que outro se torne poderoso, ..." (* Capitulo III)
  10. "... os homens ferem pôr medo ou pôr ódio..." ( * Capitulo VII)
  11. Nunca é tarde para preparar a base. "...quem não firma antes os alicerces, poderá entregar-se depois a esse trabalho, se é possuidor de grande capacidade, se bem que com amolação para o arquiteto e perigo para o edifício."(# Capitulo VII).
  12. É preciso conquistar as pessoas. "...as amizades que se obtêm mediante pagamento... ...se compram, mas não se possuem,..." ( * Capitulo XVII)
  13. Surpreenda aos que, de ti, esperam o mal. Como os homens se ligam mais ao seu benfeitor se recebem o bem quando esperam o mal, neste caso, o povo se torna mais rapidamente favorável ao príncipe do que se ele tivesse sido conduzido graças ao seu apoio. ( * Capitulo IX ).
  14. Faça o mal de uma vez e o bem aos poucos. "...o conquistador deve examinar todas as ofensas que precisa fazer, para perpetuá-las todas de uma só vez e não ter que renová-las todos os dias. Não as repetindo, pode incutir confiança nos homens e ganhar seu apoio através de benefícios.... ( ...) As injúrias devem ser feitas a fim de que,..., ofendam menos, enquanto os benefícios devem ser feitos pouco a pouco, para serem melhor apreciados." ( * Capitulo VIII )
  15. Assuma pessoalmente o comando militar. Os principais fundamentos de todos os estados... ...são boas leis e boas armas." ( * Capitulo XII).
  16. O politicamente correto, nem sempre é o que se deve fazer."...aquele que trocar o que se faz pôr aquilo que se deveria fazer aprende antes sua ruína do que sua preservação;... ...um príncipe, se quiser manter-se, (necessita) aprender a poder não ser bom e a se valer ou não disto segundo a necessidade." ( * Capitulo XV).
  17. Não subtraia o patrimônio das pessoas. "...os homens esquecem mais rapidamente a morte do pai do que a perda do patrimônio." ( * Capitulo XVII).
  18. Não é preciso cumprir uma palavra dada quando ela se torna prejudicial. "Um príncipe prudente não pode nem deve, guardar a palavra dada, quando isso se torna prejudicial ou quando deixem de existir as razões que haviam levado a prometer. (...) ....os homens... ...são maus e não mantêm sua palavra para contigo, não tens também que cumprir a tua." ( * Capitulo XVIII).
  19. O povo tem memória curta
  20. Nunca volte atrás de suas decisões."...junto às intrigas privadas dos súditos, deve firmar suas decisões como irrevogáveis e manter sua posição de modo que ninguém pense, em enganá-lo nem fazê-lo mudar de opinião." ( * Capitulo XIX).
  21. Para punir use terceiros e para elogiar apareça.."...os príncipes devem fazer os outros aplicarem as punições e eles próprios concederem as graças." ( * Capitulo XIX).
  22. Repercuta um prêmio ou uma punição dada. Quando alguém realizar uma coisa extraordinária, para o bem ou para o mal, deve-se premiá-lo ou puni-lo, com muita repercussão.
  23. Divisão interna só beneficia o inimigo "...quando o inimigo se aproxima, as cidades divididas costumam render-se logo, porque sempre a parte mais fraca se alia às forças externas e a outra não pode governar." (* Capitulo XX).
  24. Não deves ficar neutro numa guerra. Numa guerra entre terceiros terás que se posicionar a favor de um ou de outro, caso contrário, serás sempre presa de quem vence. O vencedor não vai querer amigos suspeitos e o perdedor te rejeitará. "...quando te aliares corajosamente a uma das partes, e sair vencedor aquele a quem se associaste, ainda que seja poderoso e não fiques em sua dependência, ele terá contraído obrigações e laços de amizade para contigo." ( * Capitulo XXI)
  25. "Há três gêneros de cérebros: um entende pôr si mesmo, outro discerne aquilo que os outros entendem e o terceiro não entende nem a si nem aos outros. O primeiro é excelentíssimo, o segundo é excelente e o terceiro inútil..." (* Capitulo XXII)

Um comentário:

  1. achei muito interessante toda história de maquiavel, pois nos leva a pensar em coisas que vivemos no dia a dia nota 10 para esta história.

    ResponderExcluir